Buscar
  • Mateus Costa Provinciano

Nada, pedala e corre: retorno ao esporte no Triathlon


O Triathlon pode ser mais importante do que você imagina, as aulas podem ser feitas até por iniciantes na modalidade, e a perca de caloria é grande, cerca de 600 a 1.000 por hora de duração.

A modalidade surgiu em 1974, em San Diego, nos EUA. O Triathlon foi criado em um clube que dava maior importância para 3 modalidades em específico: a corrida, o ciclismo e a natação. Teve sua estreia em Olimpíadas no ano 2000, nas Olimpíadas de Sydney.

Os exercícios praticados no Triathlon trazem bons resultados e fazem bem para o corpo humano. Os resultados aparecem nos músculos, já que estão em ação a todo o momento, principalmente os inferiores. Já o bem estar para o corpo humano vem por uma razão bem simples, os exercícios de alta intensidade (como é o Triathlon) fazem o corpo liberar a endorfina, substância que traz uma sensação de prazer ao organismo. Mas lembre-se, nunca é bom abusar.

Por serem exercícios de alta intensidade, após a prova de Triathlon, a maioria dos atletas se queixam de dores bem comuns, como por exemplo; dor no tríceps sural (parte posterior da perna), dor no quadríceps, dor no trapézio superior, dor na coluna cervical e na lombar.

Para o tratamento dessas lesões, é indicado ir até um Fisioterapeuta para iniciar a recuperação do atleta. Nesses tipos de lesões, os procedimentos que podem ser seguidos são: imersão no gelo e liberação miofascial.

Lembre-se também que após esse tipo de prova (alta intensidade), é necessário fazer um Recovery da maneira correta. Só com uma recuperação bem feita que você irá conseguir melhorar seu desempenho na próxima prova.

Exercícios de fortalecimento também são bem vindos, vamos lá. A musculação e o Pilates podem ajudar a fortalecer seus músculos para provas de grande duração e alta intensidade. O Treinamento Funcional e a Yoga também.

Os exercícios para o CORE também pode te ajudar. O CORE nada mais é que músculos abdominais, além dos músculos da lombar, a pelve e o quadril. Vamos a alguns: Abdominal, Abdominal Obliquos, Prancha ou Ponte, Nado ou Swimming.

Vale ressaltar uma coisa que é muito importante: a transição até o Triathlon. A transição deve ser feita da maneira correta, pois alguns atletas estão acostumados a correr, outros a nadar e outros a pedalar.

Portanto na hora de juntar essas três etapas, é melhor ir devagar para não se lesionar.

Prevenção em primeiro lugar!

#Triathlon #TRIpossível #Corrida #Bike #Natacao #Fisioterapia #Esportiva

8 visualizações